Crítica | The Good Place acerta [perfeitamente] na hora de encerrar

by:

CríticasSéries

The Good Place (Um Bom Lugar) completou a última temporada na sexta-feira (31) na Netflix. E o que era para ser uma comédia ingenua com tons de sarcasmo, colocando indivíduos considerados “ruins” para serem torturados psicologicamente com suas maiores fraquezas, cresceu com o passar das quatro temporadas e teve um arco excelente para o elenco principal.

Claro que Eleanor (Kristen Bell), Tahani (Jameela Jamil), Chidi (William Jackson Harper), Jason (Manny Jacinto) e Michael (Ted Danson) tiveram alguns conflitos de roteiros com o passar dos episódios, pois vale lembrar o que The Good Place (Um Bom Lugar) surgiu de forma despretensiosa e com dificuldades para seguir algum rumo – algo que foi perceptível no decorrer da 3ª temporada.

Certo que é difícil, para uma sitcom (série com alívio cômico de situações do cotidiano), com o avançar da história não deixar os personagens muito caricatos, veja Friends ou The Big Bang Theory, certamente em algum momento a personalidade deles é alterada ou quase modificada completamente para cair no gosto do público.

[Possui spoiler pule para o próximo parágrafo] E nisso The Good Place acerta pois na história o grupo está concentrado em melhorar seu jeito de ser para entrar no bom lugar. Então não dificulta muito o trabalho do roteirista no jeito de como modificar o personagem, ao mesmo tempo acerta na forma de como foi realizado.

Sendo que a 4ª temporada de The Good Place entrega um final que demonstra muito o estilo como o diretor Michael Schur conduziu a série no todo, uma vez que a cada metade dos episódios há uma reviravolta que consegue ser um gatilho para continuar, e sim! Surpreende com o último capitulo, sendo que se acabasse no penúltimo já teria realizado um bom arco para o sitcom.

Mas chegou-se ao fim a série que conseguiu emplacar diversas sátiras da sociedade de um jeito sutil, sem mudar a forma de como foi usado o gatilho para o alívio cômico entre os personagens. Colocando Eleonor, Tahani, Chidi, Jason, Michael e Janet em constate evolução durante as quatro temporadas, assim entregando uma boa história que marca mais um ciclo de boas sitcoms de TV.

The Good Place

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *