La La Land – Cantando Estações – Crítica

by:

CríticasFilmes

La La Land-Cantando estações

La La Land – Cantado estações conta a história de vida do pianista de Jazz Sebastian (Ryan Gosling) e atriz Mia (Emma Stone) em Los Angeles. Ele ao chegar na cidade se esbarra no trânsito com a aspirante intérprete e por diversas vezes eles se encontram dessa forma, até que acabam se apaixonando, porem ambos tem uma luta pela frete para conquistar a carreira dos sonhos na competitividade artística de sua cidade, tendo muitas dificuldades para continuar o relacionamento amoroso.

La La Land-Cantando estações inicia-se com uma canção Another Day of Sun (Outro Dia do Sol) no trânsito de uma rodovia em direção a Los Angeles. A performance é perfeita, tem uma sincronia de arrepiar, o que me deixa com medo da sequência do filme não ficar no mesmo patamar, e logo somos apresentados aos dois aspirantes artistas, Sebastian, que sonha tocar Jazz clássico e nunca deixa-lo morrer e Mia é barista na Warner Bros que vive fazendo testes.

O diretor Chazelle surpreende ao produzir uma comedia musical com tanto vigor, pois ele não costuma seguir esse gênero, podemos notar com seu último filme RUA CLOVERFIELD, 10.

O elenco não deixou a desejar Emma Stone (Mia) encantou com sua voz linda seu jeito meigo que anima, Ryan Gosling (Sebastian) com aquela pitada de comedia essencial deixando descontraído sua voz faz as músicas terem suavidade, coadjuvante fizeram seus papeis perfeitamente, porem senti a falta de mais aparições ao longo do filme.

La La Land – Cantando estações percebemos a mistura dos anos 60 com o atual quando deparamos com os carros na primeira cena do trânsito de Los Angeles,  traz uma sensibilidade aos detalhes, além de fazer voar com suas ilustrações poéticas, luz de neon. O que não passa despercebido é a cultura nas imagens e cenários cheio de artes.

As canções e a trilha sonora de La La Land – Cantando estações foi composta e orquestrada por Justin Hurwitz Another,  as letras foram escritas por Pasek and Paul, com exceção de “Start a Fire”, criada por Hurwitz, John Stephens, Marius de Vries e Angelique Cinelu. As músicas anima o telespectador , dando até vontade de começar a dançar, ficam em nossa cabeça trazendo uma alegria que não consegue tirar o sorriso do rosto.

Day of Sun (Outro Dia do Sol) a música refere-se dificuldade de conquistar o sucesso “Suba esses montes. Eu estou alcançando para as alturas E perseguindo todas as luzes que brilham E quando eles te decepcionam Você vai se levantar do chão. Porque a manhã rola ao redor E é mais um dia de sol”. City of Stars (A cidade das estrelas) Cidade das estrelas. Você está brilhando só para mim?” “Um olhar nos olhos de alguém. Para iluminar os céus”

O filme está pronto para ganhar todos prêmios que vier La La Land-Cantando Estações é inspirador vai além de um simples musical, quem gosta de filmes culturalmente cheios de detalhes vale a pena assistir, distribuído pela Paris Filmes estreia dia 19, porem para você que esta ansiosos dia 12 haverá a pré-estreia não perca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *