Gears Of War 4 – Crítica

by:

CríticasGames

Gears of War 4 é a volta de uma trilogia de sucesso exclusiva para Xbox ONE, lembrando que seus antecessores foram criados para o 360. O jogo é de tiro em terceira pessoa, e nesse caso o personagem principal é JD Fenix – filho de Marcus, o grande herói da invasão alienígena a Sera – e novamente seu lar terá de ser defendido pelo Esquadrão Delta.

O game está bem desenvolvido no sentido gráfico, obviamente por conta da nova geração de consoles, mas vale ressaltar a qualidade da imagem criada pela produtora. Ao mesmo tempo parece tanta coisa na tela que confunde na hora de decidir como agir, por exemplo: não dá para saber, às vezes, se o alien morreu ou não. Chega a ser meio bizarro, porém atrapalha quase nada.

g2

A jogabilidade é a mesma que o tornou sucesso para os fãs de tiro, segue usando o motor Unreal Engine, só que dessa vez a quarta geração. Melhorou bem os movimentos do personagem, transformou o andar mais rápido, somente a mira complicou um pouco por conta dessa velocidade, caso ache sensível é só configurar no menu de Gears of War.

Uma coisa legal do jogo é a tela dividida, enquanto muitos games da nova geração não oferecem mais essa oportunidade de diversão, o “Gears” implementa de uma forma muito boa e com sentido na história. Colocar o player 2 para funcionar proporciona a oportunidade de chamar o colega para ajudar a finalizar a guerra.

O multiplayer está ótimo, nem tem o que reclamar, diversas funções e tipos de combates para agradar todos os gostos e vai de 2 a 10 jogadores para preencher as equipes. A Allie Henze acerta na evolução do modo online.

O game é bom, sua história tem um enredo muito chamativo, e pode ter certeza que irá tirar um bom tempo do seu dia para jogar. Gear of War 4 foi lançado no dia 11 de outubro e o valor dele varia entre R$ 199,00 a R$ 349,00, caso seja a Ultimate Edition.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *