Crítica | Free Guy Assumindo o Controle alcança o sucesso na medida

by:

CríticasFilmes

Enfim temos algo original e divertido nos cinemas! Free Guy Assumindo o Controle é o mais novo lançamento da então falecida FOX (adquirida pela Disney) que não está simultaneamente disponível em alguma plataforma, ou seja: vá ao cinema! E vale a pena cada centavo gasto pois agrada a qualquer um que gosta de ação e comédia.

Guy (Ryan Reynolds) é um simples NPC (Personagem Não Jogável) de um game mundialmente famoso, eles segue as rotinas e falas que qualquer inteligência de uma plataforma repete dentro de um jogo de mundo aberto. Até que em um determinado momento ele rompe com as regras impostas em seu algoritmo e começa a mudar completamente o ambiente a sua volta.

E partindo dessa situação Free Guy Assumindo o Controle é ótimo por suavizar e entreter, a história é simples, porém divertida, e de fácil compreensão para quem não vive no ambiente virtual. O personagem principal e a narrativa não dão espaço para enrolação, além de transmitir uma mensagem de que as vezes não é só de sangue, porrada e bomba que os jogos vivem.

O mais legal do filme é que todos os personagens, tanto do game quanto o da vida real (nesse caso o universo cinematográfico), são atraentes e ajudam no desenrolar da história, dando um parecer muito positivo para o antagonista Antoine (Taika Waititi).

Free Guy Assumindo o Controle consegue ainda trazer diversos elementos da cultura pop, sem forçar a barra, tinha um propósito estar ali, e aí está mais um ponto positivo para o longa.

Parece que Ryan Reynolds se encontrou em Hollyhood, pois ele é aquele cara que consegue entregar bons personagens para filmes de ação com humor. E nesse, em conjunto com o diretor Shawn Levy , conhecido por boas comédias leves, conseguem entregar algo leve para toda família.

Free Guy Assumindo o Controle

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *